Família construirá museu com pertences de Gabriel Diniz: ‘Vai fazer bem para nós’

Seis meses após a morte de Gabriel Diniz, a família revela o desejo de fazer um museu em homenagem ao cantor, vítima de uma queda de avião. No local estarão disponíveis os pertences, álbuns e conquistas de GD pelo hit “Jenifer”. Os bens do cantor se mantém intocados desde o acidente e ainda não há data para que sejam colocados em exposição.

“Depois da partida, vai fazer bem para nós. Ninguém consegue esquecer Gabriel. Nossa sensação é de que ele está viajando. Não podemos pensar nele com sentimento negativo. Ele era todo bom, mas queremos mostrar o melhor”, revela Cizinato Diniz, pai do forrozeiro.

“Tenho certeza de que Gabriel sempre será lembrado. Mas fazemos o possível e o impossível para ele estar presente e sua história se manter viva. Onde quer que ele esteja, quer nos ver felizes”, revela Karoline Calheiros, que estava noiva no cantor.

Após boatos de que Cizinato não estaria satisfeito com o trabalho de influenciadora da nora, o pai de GD desmentiu os rumores.

“Gabriel deixou tantas ferramenteas, e a gente tem que aproveitar. Uma delas é a oprotunidade dela trabalhar com internet. Com certeza ele vai ficar feliz”, esclareceu.

“Não ligo para críticas porque sei que elas sempre vão existir. Já havia começado essa atividade antes de Gabriel morrer. Depois que o perdi, não estava mais a fim, mas agora retomei. Cizi é um dos meus maiores apoiadores. Ele é um pai apra mim”, explica Karoline.

04/11/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)