FGTS: trabalhadores encontram contas zeradas ou saldos reduzidos antes do saque imediato

Parte dos trabalhadores beneficiados pelo saque imediato de R$ 500, por conta vinculada, do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já encontra contas zerados ou saldos reduzidos mesmo antes do calendário de saques do seu mês de aniversário. O técnico projetista Leandro Elias Gonçalves, de 34 anos, se assustou ao abrir o aplicativo do Fundo de Garantia e perceber que o dinheiro havia saído das contas. Ele só poderá sacar os recursos a partir do dia 8 de novembro, obedecendo a data de seu aniversário que é em março. Mesmo assim, com dois meses de antecedência, o dinheiro já não aparece no FGTS.

– Levei um susto porque na semana passada havia informação de R$ 1.300 para saque e que o dinheiro estaria disponível na data esperada. Eu não imaginava que isso poderia acontecer. As contas que tinham menos de R$ 500 foram zeradas e das outras, eles retiraram parte do dinheiro – relatou Leandro.

Trabalhador não será prejudicado

A Caixa Econômica explicou que apesar de o saldo constar como zerado ou com valor menor, o trabalhador não será prejudicado e poderá efetuar o saque normalmente. Por “questões operacionais” a instituição financeira inicia a liberação do dinheiro para o saque do trabalhador.

Segundo a institutição financeira, os sistemas de acompanhamento do saldo do FGTS, como o aplicativo e o site, buscam as informações na base do Fundo de Garantia, mas para fazer o pagamento o banco precisa efetuar o débito da conta vinculada para entrar na rotina de liberação dos recursos. O dinheiro sai da base do Fundo de Garantia e entra na base no sistema bancário da Caixa e para, então, ser liberado.

Segundo a Caixa, as correções previstas do Fundo serão depositadas normalmente mesmo após a retirada do dinheiro da base do FGTS, revela o Extra.

Ainda de acordo com o banco, os poupadores que não quiserem retirar os recursos devem informar sua decisão à Caixa comunicando a opção de “desfazimento” do saque através dos canais de comunicação do banco, como aplicativo, internet banking ou através do telefone 0800 724 2019.

Para os demais trabalhadores, o dinheiro estará disponível, de acordo com a data de nascimento dos beneficiários através do calendário de saques, até a data limite do dia 31 de março de 2020. Se o recurso não for sacado, ele será devolvido às contas vinculadas do trabalhador com juros e correção.

14/09/2019

(Visited 2 times, 1 visits today)