Segundo o CRA, Palmeira dos Índios tem melhor governança municipal de Alagoas

O município de Palmeira dos Índios tem a melhor governança municipal de Alagoas, de acordo com o Índice de Governança Municipal (IGM-CFA), na categoria entre 50 mil e 100 mil habitantes e PIB per capita acima de R$ 20.400,00. O estudo foi realizado pelo Conselho Federal de Administração (CFA) e os dados foram divulgados nesta terça-feira (3), no evento promovido pelo Conselho Regional de Administração (CRA), em parceria com a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

No índice geral, Palmeira dos Índios teve a nota 6,83 pontos e no ranking nacional atingiu a posição 45. No Estado de Alagoas, o município aparece em primeiro lugar na categoria que pertence, a frente de municípios como Delmiro Gouveia (5,63), São Miguel dos Campos (5,25) e Rio Largo (4,95). Na média geral, o município obteve nota maior até mesmo que a cidade de Arapiraca (5,92) e da capital Maceió (5,16). O município vem de uma crescente melhoria, já que saiu da nota 5,69 referente ao ano de 2017 para os atuais 6,83 (2018).

Presente ao evento e responsável pelo monitoramento dos indicadores do município, o secretário do Planejamento Adalberon Sá Júnior apontou para a organização da gestão e a priorização da governança municipal pelo prefeito Júlio Cezar como fatores que ajudam a melhorar a pontuação no indicador.

“Desde 2017 elegemos o IGM/CFA como um dos indicadores a serem monitorados pela gestão e temos feito isso, associado com outros índices como o IEGM, por exemplo. Mas esses resultados só são possíveis porque temos monitorado permanentemente as ações de todas as secretarias e órgãos, através do Sistema de monitoramento do Planejamento e Gestão, o SGPLAN, e sob a liderança do prefeito Júlio que reúne a equipe periodicamente para cobrar e monitorar os resultados”, comentou o secretário.

Feliz com o resultado alcançado, o prefeito Júlio Cezar disse que o esforço de toda a equipe técnica da prefeitura é indispensável para que o município avance em todas as áreas, inclusive da governança municipal. “Tudo isso demonstra a qualidade da gestão, do nosso secretariado e de todo o corpo técnico do município, que não medem esforços para que a gente avance em todas as áreas. Estamos trabalhando para melhorar ainda mais esses resultados, tomando medidas para melhorar e qualificar a gestão e crescer nesses índices. Parabenizo a todos que somam forças para que a gente consiga atingir metas até então não alcançadas pelo nosso município”, destacou o prefeito.

Entenda o IGM

O Índice CFA de Governança Municipal – IGM-CFA consiste em uma métrica da governança pública nos municípios brasileiros a partir de três dimensões: Finanças, Gestão e Desempenho. Foi elaborado a partir de dados secundários, e considera áreas como saúde, educação, planejamento urbano, articulação institucional, gestão fiscal, habitação, recursos humanos, violência e outras.

A partir da construção de extenso banco de dados municipais, que foram extraídos de bases públicas como STN, IBGE, PNUD e DATASUS, realizou-se priorização de indicadores e variáveis e, em seguida, por meio de tratamento estatístico, foi possível gerar um resultado para cada dimensão e para o Índice. Assim como boa parte de suas fontes, o IGM será atualizado anualmente.

Nesse sentido, o Índice CFA de Governança Municipal se destaca e se diferencia de todos os demais índices já utilizados no contexto brasileiro para mensuração da performance municipal uma vez que contempla uma visão mais ampliada sobre as dimensões da governança pública, e em especial, sobre a relação entre a dimensões fiscal, gestão e desempenho.

(Visited 1 times, 1 visits today)